Transformar livros em videogames ou jogos de tabuleiro é o desafio proposto pela São Paulo Play Week aos apaixonados por literatura. Durante a primeira edição do evento, quatro livros serão gamificados: "Os Cinco Dedos de Tikal – Comunistas, judeus, putas e índios às vésperas da Segunda Guerra", do jornalista Jayme Brener

São Paulo Play Week promove concurso para transformar livros em jogos

Quatro livros serão gamificados após rodas de conversas entre os participantes do evento e os autores das obras 

Transformar livros em videogames ou jogos de tabuleiro é o desafio proposto pela São Paulo Play Week aos apaixonados por literatura. Durante a primeira edição do evento, quatro livros serão gamificados: “Os Cinco Dedos de Tikal – Comunistas, judeus, putas e índios às vésperas da Segunda Guerra”, do jornalista Jayme Brener; “A dança do fantástico – autor-espectador”, do roteirista Rubens Rewald; “Curadoria Educacional: práticas pedagógicas para tratar (o excesso de) informação e fake news em sala de aula”, de Marilene dos Santos Garcia e Wanderlucy Czesxak, e “Iconomia”, que será lançado na ocasião, pelo idealizador e curador da São Paulo Play Week, Gilson Schwartz, professor da ECA/USP.

A gamificação literária terá início com uma roda de conversa, no dia 7 de dezembro, a partir das 14h, entre cada autor e os interessados que se inscreverem no workshop. “É como uma noite de autógrafos, mas com todos os presentes já interessados em transformar a obra em jogo”, explica Gilson Schwartz. Após uma apresentação inicial dos autores, todos os participantes terão um tempo pré-determinado para escolherem a obra e formarem um grupo para criar uma ou mais propostas de gamificação. De acordo com Schwartz, a atividade poderá se estender com reuniões e criação de protótipos dos jogos até o dia seguinte.

O resultado será apresentado no dia 8, a partir das 16h, como parte da Festa de Encerramento da SPPW. Após a gamificação, caberá aos autores escolherem uma ou mais propostas e encaminhá-las para patrocínio pela rede Games for Change América Latina.

Autor de “Os cinco dedos de Tikal”, o jornalista Jayme Brener conta que, apesar da trama ficcional, o livro transcorre em meio ao contexto de aproximação da Segunda Guerra.  “O processo de transformar esse romance histórico promete ser surpreendente”, aponta.

Aberta para o público em geral, a SPPW é voltada especialmente a estudantes do Ensino Médio, Técnico, Superior e aprendizes em projetos do Terceiro Setor, assim como seus professores, mentores e mediadores culturais, convidados a participar com preferência nas inscrições. 

São Paulo Play Week

Com o tema “Acessibilidade, Diversidade e Justiça”, será realizada em São Paulo, entre os dias 28 de novembro e 8 de dezembro, a “São Paulo Play Week”, maior evento brasileiro voltado à criação de games, jogos e brinquedos de impactos social e pessoal transformadores. Organizado pela rede mundial “Games for Change” na América Latina em parceria com a ETEC Parque da Juventude, e com a coordenação do grupo de pesquisa Cidade do Conhecimento da Universidade de São Paulo (USP), a SP Play Week conta também com o apoio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo e da SP Negócios (confira a programação completa no site www.cidade.usp.br).

Mais informações:

Ex-Libris Comunicação Integrada

(11) 3266-6088 ramal 223 / 9 7682-4686

Jornalistas: Marco Berringer, Edgard Léda e Edmir Nogueira

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email